terça-feira, 4 de outubro de 2016

Por time criativo, Marlone conta com reforços de Rodriguinho e Giovanni:

 

O meia-atacante Marlone culpou os desfalques de Rodriguinho e Giovanni Augusto pela baixa produção do Corinthians na derrota por 2 a 0 sobre o Botafogo, no sábado, na Ilha do Governador. Os armadores foram substituídos pelos volantes Marciel e Willians, o que deixou a equipe ainda menos criativa, e estarão de volta contra o Atlético-MG, na noite desta quarta-feira, em Itaquera.

“O professor Carille teve que montar outra base no meio-campo. Perdemos duas peças e precisamos nos adequar a outro sistema, que, mesmo parecido, tinha jogadores com características diferentes”, analisou Marlone, incomodado com a atuação ruim da rodada passada do Campeonato Brasileiro. “Foi um jogo em que nada encaixou. O campo não ajudou muito, mas isso não é desculpa. Quem joga em um clube como o Corinthians tem que enfrentar qualquer situação.”

A esperança é de que, com as boas condições da grama em Itaquera e principalmente com os retornos de Rodriguinho e Giovanni Augusto, o Corinthians apresente um bom futebol no meio de semana. O time deverá contar também com o lateral esquerdo Uendel, recuperado de lesão muscular na coxa direita, no lugar de Guilherme Arana. O goleiro Cássio, contudo, segue com lesão no ombro esquerdo. E o lateral direito Fagner e o atacante Romero estarão com as seleções de Brasil e Paraguai, respectivamente, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, cedendo espaços para Léo Príncipe e Gustavo.

“É muito ruim ter jogadores fora, seja por contusão ou por suspensão. A volta de todos nos ajudará bastante”, confiou Marlone, minimizando o fato de o ataque não ser produtivo mesmo quando está pouco desfalcado. “Infelizmente, a bola não está entrando. Sabemos que futebol é resultado. Mas quem entra está fazendo a sua parte”, bradou o jogador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário