domingo, 16 de outubro de 2016

Inter vira sobre o Flamengo, deixa degola e ajuda o Palmeiras:

O Internacional deixou a zona de rebaixamento. Neste domingo (16), o Colorado saiu atrás, mas apoiado por mais de 30 mil Colorados, com gols de Sasha e Vitinho, o time vermelho bateu o vice-líder Flamengo por 2 a 1. De quebra, ajudou o Palmeiras na briga pelo título brasileiro.
Foi tenso, dramático, heroico como as últimas partidas do Colorado no Beira-Rio. Aos 11 minutos de jogo, Réver abriu o placar para os cariocas. O Inter, então, foi forte. Jogou como há muito não se via. Empatou com Sasha, virou com Vitinho. Sofreu muita pressão até o minuto derradeiro, mas venceu. 
 
Com isso chegou aos 36 pontos, pulou para a 14ª colocação e deixou de vez a zona de rebaixamento. Não entra mais nesta rodada. Já o Fla parou com 60 e ainda foi prejudicado pela vitória do Palmeiras contra o Figueirense. Agora os paulistas abriram 4 de vantagem sobre o vice-líder. 

Quem foi bem: Vitinho vira o jogo para o Inter

Ele pode não ter sido o melhor tecnicamente em campo, mas foi decisivo. Na hora em que o Inter perdia, Vitinho apareceu. Disparou chutes, driblou e foi premiado. Em um rebote, encheu a rede e deu três pontos ao Colorado. 

Quem foi mal: Alex erra muito deslocado para o flanco

Não é costume de Alex atuar aberto pelo lado. Foi o que aconteceu neste domingo. O meia jogou pela esquerda, travando duelos com o lateral Pará. Perdeu a maioria, errou passes e não fez boa partida. 

Guerrero volta apagado e sofre com marcação

Paolo Guerrero voltou a ser titular do Flamengo neste domingo. Sofreu, contudo, com uma forte marcação exercida pela dupla de zaga do Internacional. Apagado, teve poucas chances e quando apareceu no jogo, acabou perdendo. 
 

Gol do Flamengo, tensão e virada

O gol do Flamengo, aos 11 minutos, foi um balde de água fria nos mais de 30 mil vermelhos do Beira-Rio. Mas em vez de entristecer, os colorados apoiaram ainda mais. O jogo tornou-se uma epopeia. Jogadores caídos, substituições, tensão, erros. Até que Sasha, em jogada de escanteio, empatou. Foi quando o Internacional cresceu ainda mais. Virou minutos depois, com Vitinho. 

Inter isola Vitinho e comete erros

O Internacional teve os mesmos erros e acertos das últimas partidas em Porto Alegre. Se postou de forma recuada, ficou mais tempo sem a bola do que com ela. Tentou sair em contra-ataque rápido utilizando Vitinho como homem mais avançado. Alex e Seijas tramaram boas jogadas e Gustavo Ferrareis, novamente, foi mais importante para auxiliar o lateral direito - desta vez Ceará - do que para construir algo no campo de ataque. Vitinho, isolado, tentou resolver tudo sozinho.

Flamengo cria pouco, mas bola parada decide

Diego foi o principal destaque da partida. O meia ditou as ações do Flamengo, tentou de toda forma criar alternativas de ataque para o rubro-negro. No entanto acabou preso entre os volantes do Internacional. Os pontas, Everton, depois Fernandinho, e Gabriel, pouco apareceram no jogo e Paolo Guerrero sofreu muitas faltas. No segundo tempo, a qualidade de Diego em cobrança de falta abriu o placar. Aos 11 minutos, o meia achou Réver, que colocou nas redes. 
 

Celso Roth ouve gritos de 'Burro'

Eram 18 minutos do segundo tempo, o Inter perdia por 1 a 0, Celso Roth resolveu tirar Seijas e colocar Valdivia. A reação da torcida foi forte. Aos gritos de 'burro' e vaias, os colorados protestaram muito. Três minutos depois, o Colorado empatou o jogo. 
 

Colorados escolhem um lado na briga

Antes do jogo, a torcida do Internacional escolheu seu lado na briga entre dois jogadores ocorrida no treinamento de sexta-feira. Os aficionados gritaram: "William, William, William" e depois: "Ei, Anderson, vai...". Tanto o meio-campista quanto o lateral foram afastados até segunda-feira e serão punidos pela direção vermelha. Além de usarem a voz, os Colorados também organizaram um abaixo-assinado pedindo a demissão dele através da internet. 
 
Reprodução

Agenda:

Na próxima rodada, o clássico Gre-Nal do próximo domingo marca a agenda do Colorado. Antes, porém, há o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o Santos, na quarta-feira. Já o Fla tem o clássico das multidões contra o Corinthians, no domingo. 
 
Quer receber notícias de Internacional e Flamengo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.
 
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 FLAMENGO
 
Data: 16/10/2016 (Domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires
Renda: R$ 640.755,00
Público: 35.510
Cartões amarelos: Paulão (INT), Alex (INT); 
Gols: Réver, do Flamengo, aos 11 minutos do segundo tempo; Eduardo Sasha, do Inter, aos 20 minutos do segundo tempo; Vitinho, do Inter, aos 35 minutos do segundo tempo;
 
INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo (Fabinho), Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis (Eduardo Sasha), Alex e Seijas (Valdívia); Vitinho.
Técnico: Celso Roth
 
FLAMENGO
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo (Sheik), Willian Arão e Diego; Gabriel (Alan Patrick), Guerrero e Everton (Fernandinho).
Técnico: Zé Ricardo
 
Uol Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário