segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Final do municipal de futebol de campo

Aconteceu hoje no estadio municipal a final do campeonato de futebol de campo,  jogaram Molecada x Santos, uma partida muito disputada onde prevaleceu a vontade do time da Molecada que aproveitou as oportunidades que teve e venceu por 2 a 0 e se consagrou campeão municipal de futebol de campo de 2012. Na oportunidade teve a entrega da premiação do terceiro lugar conquistado pela Chelsea JP e outras conquista individuais como  melhor defesa, artilheiro e revelação.

O jogo
Campeão municipal 2012
Vice-campeão municipal 2012
Chelsea JP 3º lugar
 Melhor defesa Moleca e Chelsea JP
 Artilheiro Jaelton (Molecada)
Revelação Ailson (Santos) 

Emancipaçao politica de Jose da Penha

Ocorreu na manha de hoje (31-12-2012) a tradicional comemoração da emancipação politica esta cidade,  na oportunidade ocorreu a maratona masculina, ciclismo e o festival de jericos. 

MARATONA MASCULINA
Este ano não teve para ninguém, o Campeão voltou, foi esse o grito da torcida apos a vitoria de Nerisvaldo Miguel, e não foi qualquer vitoria foi a 10º conquista, desta atleta Jpenhense que já se tornou uma lenda no atletismo local, no mais em segundo ficou Lenílson e o terceiro ficou com Giliarde.

1º Lugar pela 10º vez 
2º lugar
3º Lugar

CICLISMO
No ciclismo José da Penha viu consolidação um grande talento José Filho, ganhou e sobrou na prova, em segundo ficou Naldinho e em Terceiro Mauricio. 
Jose Filho 1º Lugar
Naldinho 2º lugar
Mauricio 3º lugar

FESTIVAL DE JERICOS
No festival de jericos a descontração rolou solta nos bastidores, mas quando as maquinas entraram na pista, a coisa ficou seria, sendo assim o que não sobrou foram manobras ariscadas.
1º lugar
 2º lugar
3º lugar

PONTOS A SEREM DESTACADOS

Este ano as festividades teve a presença na maratona masculina dos atletas Eliésio, Gregório, Marcílio, Cenir e Junidarlio pertence ao Chelsea JP os mesmo tinham o intuito de abrilhantar ainda mais as festividades locais e pelo visto deram sorte ao decacampeão Nerisvaldo Miguel que venceu este ano pela 10º vez.

Nerisvaldo Miguel antes da Maratona 


Nerisvaldo Miguel depois da Maratona Campeão 

domingo, 30 de dezembro de 2012

Dispulta do 3º lugar

Jogaram na tarde de ontem (30/12/2012) no estadio municipal de José da Penha, Chelsea JP x Independente, a partida valia o 3º lugar no campeonato municipal, o jogo foi muito disputado com jogadas ríspidas,  no geral o Chelsea JP foi superior e venceu por 3 a 1 conseguindo o 3º lugar do municipal de futebol de campo de 2012. 

Chelsea JP 3º lugar no municipal de futebol de campo 2012

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Jogo Beneficente Casados x Solteiros

Realizou-se na tarde de hoje (26-12-2012) no estadio municipal de José da Penha, O MAIOR EVENTO ESPORTIVO DO ANO, o jogo beneficente marcou o fim de ano e as festividades que antecedem o aniversario desta cidade. A partida amistosa entre CASADOS x SOLTEIROS foi um SUCESSO tremendo, a cidade estava em peso no estadio municipal e o publico foi blindado com uma partida muito bem jogada, o empate em 2 a 2, no final foi um desfecho ideal para um evento que visava único e exclusivamente o beneficio de famílias carentes do nosso município. O jogo não tinha o objetivo de mostrar quem era melhor, nosso intuito era levar aos menos favorecidos um pouco de alegria neste fim de ano. Sendo assim  cumprimos com o que propomos e saímos com dever cumprido. Desde já a equipe organizadora agradece o apoio de todos, amigos que participaram, patrocinadores e publico em geral e afirmamos que em 2013 a segunda edição sera ainda mais grandiosa.

Concentração antes da partida
Passeata pelas principais ruas da cidade


Chegado no estadio municipal
Vestiários equipe dos solteiros
Vestiários equipe Casados
Entrada em campo das equipes
Equipes Perfiladas durante o hino nacional
O jogo

Confraternização após a partida

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O velho jeito de fazer futebol

Após anos dominada por Ricardo Teixeira, a CBF caiu nas mãos de José Maria Marin, ex-presidente da Federação Paulista de Futebol, e o torcedor continuou ficando em segundo plano, atrás de outros interesses, como políticos e econômicos. A demissão de Mano Menezes, por conta do somatório do trabalho, até não provoca surpresa; o problema é que justo no momento em que as coisas começaram a melhorar ele foi demitido. Logo atrás, saiu André Sánchez, ex-presidente do Corinthians, rival do São Paulo, time preferido por Marin. A Copa das Confederações se aproxima rapidamente, os estádios para o Mundial estão começando a tomar forma, o país começa a viver a Copa mais intensamente. Marin pode ter se assustado com todo o cenário, aliou o momento à possibilidade de fazer mudanças na CBF e não pensou muito para demitir Mano e Andrés. Para os seus lugares, nada de inovar com Guardiola, até porque não há tempo e uma mudança brusca no comando pode levar tempo para dar certo. Assim, ele fez o que os velhos cartolas fazem: trouxe um treinador de nome, Felipão, acompanhado de Parreira como coordenador.

Felipão volta ao comando da Seleção após 10 anos.
Foto: Bruno de Lima/Lancenet

Felipão já fez grandes trabalhos, já foi um dos melhores do Brasil e nesse ano é o grande responsável pelo título do Palmeiras na Copa do Brasil. Mas também tem grande parcela de culpa no Rebaixamento, pois não conseguiu remotivar o elenco para sair da Zona de Rebaixamento. Somando tudo o que se pode dizer sobre o técnico, não era o momento para Felipão, que já começou dando uma bola fora na entrevista ao insinuar que os funcionários do Banco do Brasil não são pressionados no trabalho. Como pode dar certo algo que começou errado lá atrás, em 2010, quando Mano não era a primeira opção e não tinha currículo suficiente para assumir a Seleção? Difícil de responder.
Felipão falou em manter a base, o que é compreensível, pois atletas como Thiago Silva, David Luiz, Marcelo, Dani Alves, Ramires, Kaká, Oscar e Neymar seriam convocados por qualquer treinador. Felipão pode mudar trazendo um goleiro, um zagueiro e um volante da sua confiança, além de mexer no ataque e escolher um centroavante para completar os titulares. No gol, pode até preferir continuar com Diego Alves, que vem mostrando segurança, ou pensar em Júlio César, que sabe Victor ou Fábio, mas alguém com um perfil de liderança; na defesa, Lúcio está sem jogar pela Juventus, mas pode ter os seus serviços requisitados, assim como Gilberto Silva, de boa temporada pelo Grêmio, e que também é homem de confiança do técnico. Para a primeira função do meio campo, Felipão pode escolher um volante mais defensivo, marcador; nesse contexto, Lucas e Sandro, ex-jogadores da Dupla Gre-Nal, podem receber chances, assim como Ralf. Outro corintiano, Paulinho, se continuasse não seria surpresa, pois Felipão (e todos nós) conhecesse a qualidade do camisa 8 corintiano. Para a camisa 9, os centroavantes que jogam no Brasil saem em vantagem: Fred, Luís Fabiano e Leandro Damião são os principais nomes, e pelo menos dois deles podem ser convocados. Além desses jogadores citados, Ronaldinho Gaúcho tem grande possibilidade de voltar à Seleção, desde que se comprometa e acate os pedidos de Felipão.
Tudo acontece de repente e de um modo um tanto estranho. Felipão deu certo em 2002, mas as últimas Copas do Mundo não foram das surpresas, foram dos trabalhos há longo prazo. Se conseguir repetir algo parecido com o que fez há 10 anos atrás, Felipão vai trazer a torcida para o Seleção, e aí já teria um grande aliado para diminuir a diferença para as demais equipes. Mas o tempo curto, a geração de atletas não é mais tão brilhante (ou o futebol mundial teria mudado e o Brasil parado no tempo) e grandes forças vêm aí, como a Espanha e a Alemanha. Na Copa das Confederações já teremos um termômetro do que podemos esperar do público e dos rivais, mas ainda vai faltar muito na preparação da Seleção, pois Felipão só terá 6 meses de trabalho. A torcida, embora cada vez mais desconfiada, parece ainda acreditar que o Hexa é possível.

Fonte: http://futebolserenova.blogspot.com.br/