quarta-feira, 27 de maio de 2015

Veja quem mandou bem no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Profissional


Texto - Junior Samurai

A disputa do Brasileiro de Jiu-Jitsu Profissional 2015 movimentou o ginásio Nélio Dias, em Natal, no último domingo. O torneio da CBLP teve emoção de sobra entre os grandões, franzinos, veteranos, pequenos e meninas.


O nome que levantou o fã do bom Jiu-Jitsu, foi Talison Soares. O faixa-preta da CheckMat mais uma vez foi o destaque e venceu o peso leve e o absoluto leve, chegando ao bicampeonato da competição.


Também da CheckMat, Eugenio Deladier ficou com o ouro do aberto pesado, depois de superar Herco Hesley por uma vantagem no combate decisivo.

Por falar no faixa-preta da Nova União Sobral, ele foi o campeão da categoria super-pesado.


Nas outras categorias, Denis Chokito (DBK) usou sua cartilha de técnicas para vencer o peso médio, Anderson Wesiley (GFTeam) foi o melhor da categoria pesado e Pablo Yuri (CheckMat) dominou o pesadissimo.

Na faixa-marrom, o velho ditado “olho por olho, dente por dente”, foi colocado em prática nas áreas de luta.


Se Rômulo Leandro (DBK) bateu Renato Trigueiro (CheckMat) na final do pesadissimo, o potiguar deu o troco no derradeiro combate do absoluto pesado. O pupilo de Bruno Barreto, que é judoca, esperou o momento certo para derrubar o cearense que também é atleta da arte do caminho suave. No final do tempo regulamentar, o placar marcou 4 a 2 para Renato.


Já no aberto leve, Jonh Lenno (Kimura/Nova União) passou por Rubem Tavares (Darcio Lira) na grande final.


Seguindo entre os marrons, Carlos Eduardo Alves (HC) não arredou o pé do ginásio até pendurar a medalha dourada da divisão pesado no pescoço.


Enquanto, Cayo Cilas (Hikari) brilhou no super-pesado e Edson Chaves de Moura (Carlson Gracie) foi campeão no meio-pesado.

Os roxas protagonizaram duelos capazes de chamar a atenção de craques consagrados.


Como Marlus Salgado (SAS) que mostrou o bom jogo de berimbolo e triunfou no peso leve e no absoluto leve.


Sem trocadilhos, Matheus Felipe (CheckMat) tava danado e arrastou a divisão pesado e o aberto pesado.


Continuando com os roxas, o piauiense Livio Ribeiro (Orions/Nova União) utilizou sua temida guarda para faturar o peso galo.



Carlos Junior (Nova União) teve o braço levantado em quatro lutas para ficar com o título do pluma.


No pena, Klisman Carvalho (HC) se destacou, ao bater quatro oponentes.


Com o jogo afiadissimo, Emerson Melo (Nova União Sobral) aplicou goleadas em todos os combates do peso médio.


Fernando Kylderi (Zona Norte) voltou a impressionar. O aluno de Leonardo Siqueira apavorou os adversários e dominou o pesadissimo.

Os celestes também provaram que levam o Jiu-Jitsu a sério, e não economizaram nas habilidades dentro dos tatames.


Bom exemplo, foi Victor Hugo (DBK) que varreu o absoluto pesado e ainda fechou a vategoria pesado com o companheiro de equipe Gilberto Mamuth.

No aberto leve, a CheckMat chegou na final com Francisco Diego e José Marcio, que subiram no pódio nessa sequência.


Ainda na graduação, o piauiense Mauro Gonzalez (HMJJ) fez bonito no pena, enquanto Vitor Bezerra e Dennys Ricardo fecharam o pesadissimo para a Kimura/Nova União.


Já Mauricio Curisco (SAS) e seu jogo criativo dominaram o peso galo.


Para completar a safra de campeões, ouro para Edson Filho da Orions/Nova União, campeão da categoria pesado.

A Kimura/Nova União domou a faixa inicial, levando sete das onze categorias em jogo. Destaque para Yago Gomes campeão do absoluto pesado e Arthur Victor ouro no aberto leve.


Prosseguindo com os paladinos, o judoca Tarso Judson derrubou o forte Luiz Fernando Augusto (CheckMat) na final do meio-pesado.


E o piauiense Wilton Junior foi imbatível no médio.


No juvenil, Mikael Rhaillander exibiu um alto nível técnico, com raspagens, transições bem avançadas e seu justo triângulo para faturar o peso médio e o absoluto pesado da faixa-azul. Já o título do aberto leve ficou com Josete Clementino (GFTeam).


Também merece a ênfase, Jonh Cleverson (Gracie Barra) que lutou e venceu quatro vezes para subir no lugar mais alto do pódio leve.


Amigos do Judô, Hugo de Oliveira (Evolution) e Jonas Ferreira (BD Team) fecharam o absoluto pesado e o pesadissimo da branca juvenil. Com Hugo ficando com o ouro do aberto e Jonas com o primeiro lugar da pesadissimo.


Na divisão aberta leve, José Lucas Gomes (Kimura/Nova União) aplicou 8 a 0 no seu adversário da final.


Também beliscaram o ouro, o vice-líder do Ranking MEIAGUARDA Aldemir Neto (KImura/Nova União) campeão no médio, Esdra Lawik (BTT) melhor do leve e Caio Max (KImura/Nova União) o mais eficiente do pluma.

Os holofotes do certame também foram para as meninas que abrilhantaram as áreas de luta, com conferes de alta qualidade.


No aberto marrom/preta, a faixa-preta Monalisa Bastos precisou usar todas as suas armas para superar Angélica Rodrigues, que vendeu caro a derrota. Com o triunfo, a representante da Evolution chegou ao bicampeonato do torneio.


Já no absoluto azul/roxa, Fabiana Medeiros (Kimura/Nova União) derrubou Janaina Maia (SAS) para ficar com o título.


E no absoluto branca, a projeção também foi fundamental na vitória. Aluna de Ana Caroline, Fernanda Xavier venceu o peso e o absoluto demonstrando força, técnica e raça.


Verificando as demais categorias do feminino, destaque para a maranhense Juliana Noronha (Gracie Barra) campeã no peso médio da faixa-marrom.


Nayana Vasconcelos (DBK), que impôs seu jogo e faturou o meio-pesado azul.


Janaina Maia (SAS) foi excepcional no médio azul.


Patricia Benicio (SAS) teve uma performance espetacular no peso leve azul.

E a patroa do Ranking MEIAGUARDA de Submission, Andressa Duarte (HC) mostrou que também é boa com o kimono. A fiel escudeira de Hamilton Caminha domou o peso médio da faixa-branca.


Ainda no feminino, só que no juvenil, Ana Luiza (Orions/Nova União) manteve a escrita de sempre triunfar no absoluto e no peso leve da faixa-azul.


Já Vanessa Coelho (Garra GFTeam) fez um jogo tranquilo e bem estudado para vencer o peso leve da branca juvenil.


Pra terminar as manchetes das garotas do Jiu-Jitsu, a número 1 do Ranking MEIAGUARDA Infanto-Juvenil, Anália Oliveira (Evolution) finalizou bonito na final do peso médio.

Os veteranos chegaram com tudo e mostraram que talento não tem idade.


Um deles foi o paraibano Italo Ramon (CheckMat) que derrubou e raspou Bruno Ramos na final do absoluto. Antes o faixa-preta já havia vencido o super-pesado.


Derrotado no aberto, Bruno Ramos (Gracie Barra) arrematou o peso médio.


Outros destaques no master foram Januncio Coelho (Physical Lab), que fez muito barulho no meio-pesado da faixa-marrom.

João Paulo Fernandes (Kimura/Nova União), que triunfou no aberto roxa.


João Batista (Kioto), que alegrou a esposa e o filho com o ouro no superpesado roxa.

E Vladson Souza (HC) que aumentou sua coleção de medalhas, com a peça dourada do leve azul.


No Sênior, o líder da Kioto Cristiano Silveira desfilou suas técnicas e faturou o absoluto da faixa-preta.

Já Cassio Germano (SAS) fez o floarter e depois colocou o hanging ten no nose do pódio do peso pena preta sênior.

A criançada também se divertiu no evento da CBLP.

Chefezinho da listagem infantil, Gabriel Rodrigues (Zona Norte) ampliou sua vantagem com o ouro no superpesado.

Sempre no lugar mais alto do pódio, Gabriel Almeida (Zona Norte) acumulou pontos na ponta do Ranking e mais um título com a vitória na categoria pesado do infanto-juvenil.

Outra ferinha da faixa etária que chamou a atenção foi Alessandro Ruan. O segundo colocado do infanto-juvenil também mostrou Jiu-Jitsu de elite no pesado 14 e 15.

Encerrando com a garotada, Mikael Marques (Zona Norte) venceu com estilo o peso galo 14 e 15.


Entre as equipes, a grande campeã foi a Kimura/Nova União, seguida pela CheckMat, SAS e Gracie Barra.


Meia Guarda
   


terça-feira, 26 de maio de 2015

Vanderlei Luxemburgo não resiste à pressão e é demitido pelo Flamengo

Rubro-negro será comandado interinamente por Jayme de Almeida, campeão da Copa do Brasil de 2013

 
 
 
 
O técnico Vanderlei Luxemburgo não resistiu ao péssimo início de Campeonato Brasileiro do Flamengo e acabou demitido do clube carioca na noite desta segunda-feira. Em três jogos, o time conquistou apenas um ponto – derrotas para o São Paulo e Avaí e um empate no Rio com o Sport.
 
O treinador chegou a falar com o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, para assumir o comando do time tricolor quando Muricy Ramalho foi demitido. Mas o negócio perdeu força na reta final do Campeonato Carioca.
 
O rubro-negro será comandado interinamente por Jayme de Almeida, campeão da Copa do Brasil de 2013. Enquanto isso, a diretoria continua as negociações para fechar a contratação do atacante Paolo Guerrero para a sequência da temporada.
 
Luxemburgo é o terceiro treinador a deixar um clube em apenas três rodadas no Brasileirão. Antes, Luiz Felipe Scolari havia deixado o Grêmio e Ricardo Drubscky foi mandado embora do Fluminense. Para seu lugar, o Flamengo está interessado em Cristóvão Borges, assim como Oswaldo de Oliveira, pressionado no comando do Palmeiras, também é cotado para assumir o cargo.
 
Ao anunciar a demissão do técnico, o Flamengo divulgou uma curtíssima nota oficial, no fim da noite desta segunda-feira, na qual avisou: “Vanderlei Luxemburgo não é mais treinador do Flamengo. Ele deixa o cargo após dez meses à frente da equipe de futebol. A diretoria agradece ao técnico pelos serviços prestados e deseja sucesso na continuidade de sua carreira”.
O Estadão
 

Fla e Guerrero acertam contrato. Clube espera atacante após Copa América



Flamengo e Paolo Guerrero chegaram a um acordo para o atacante vestir a camisa rubro-negra após a Copa América, no Chile. Com a confirmação de que o peruano não seguirá no Corinthians, clube com o qual tem compromisso até 15 de julho, os dirigentes cariocas intensificaram as conversas e apresentaram possibilidades de contrato, aprovadas pelo jogador e empresários.
Para chegar ao acordo, inicialmente de três anos, o Rubro-negro ofereceu garantia de vencimentos em dia e o máximo de R$ 12 milhões em luvas, além do salário de R$ 500 mil mensais. Guerrero pediu o mesmo valor ao Alvinegro Paulista, mas exigiu R$ 18 milhões em luvas, o que o Corinthians não aceitou pagar.
Uma alternativa apresentada pelo Flamengo para o pagamento das luvas envolve R$ 4 milhões à vista e R$ 8 milhões divididos em 36 meses. Guerrero poderia embolsar R$ 500 mil em salário e mais de R$ 200 mil mensais de luvas.
A diretoria rubro-negra reforçou ao atleta a importância que terá na Gávea. Guerrero é apaixonado pelo Rio de Janeiro e já tem até residência na cidade. Se tudo correr como o esperado pelos dirigentes, o peruano desembarca na Gávea após a disputa da Copa América.
O anúncio só não foi feito de forma oficial em razão do temor de que uma boa participação do atacante na competição sul-americana desperte o interesse de clubes com maior poder financeiro, sobretudo da Europa.
A Copa América acontece no Chile entre 11 de junho e 4 de julho. Em caso de eliminação antecipada da seleção peruana, o jogador poderia ser anunciado antes mesmo do fim de vínculo com o Corinthians.
Com a situação de Guerrero encaminhada, o Flamengo se concentra agora na aquisição de um camisa 10. A questão é tratada como prioridade e a expectativa é a de que um nome seja anunciado para a função o mais breve possível.
Negociação por Petros estaciona
Se a negociação com Guerrero está praticamente concluída, o mesmo não pode ser dito sobre o meia Petros. O Corinthians deve R$ 6 milhões ao empresário Fernando Garcia e as partes trabalham com o mesmo valor para a venda de 50% dos direitos econômicos.
O Flamengo sinalizou com a possibilidade de arcar com R$ 4 milhões divididos em quatro anos de contrato. No entanto, as conversas esfriaram nos últimos dias a partir do momento em que o Rubro-negro cogitou reduzir ainda mais o valor. O clube ainda não desistiu de Petros, mas dificilmente a negociação será consumada.
 
 
Uol Esporte Futebol

domingo, 24 de maio de 2015

Termina a primeira fase, veja como ficou




Nesta tarde de domingo foi concluída a primeira fase da Copa Primo Fernandes, foram 5 jogos, vamos aos resultados e detalhes.

Pelo grupo C, a equipe do Brejo dos Santos venceu o Jericó num jogo muito acirrado, 1 x 0 foi o placar com gol de Petrônio na segunda etapa.

Com esse resultado a equipe do Brejo só não tomou a primeira colocação no grupo do Jericó, como também pulou de nono para terceiro no geral, e agora irá enfrentar o Popular ou o ADESE, isso porque essas duas equipes estão empatadas em todos os critérios.

O grupo C terminou a primeira fase assim:

PosiçãoEquipesPJVEDGPGCSG%
Brejo dos Santos156501145983,33
Jericó13641193672,22
Bom Sucesso4511328-626,66
Barriguda05005312-90


Pelo grupo D, aconteceu a maior goleada da competição, a equipe do Francisco Dantas venceu o Bom Sucesso de Portalegre pelo placar de 7 x 0.

Com esse resultado, a equipe francisco-dantense assumiu a primeira colocação do grupo e sétima no geral, irá pegar a equipe do Uiraúna na próxima fase.

Confira a classificação do grupo D:

PosiçãoEquipesPJVEDGPGCSG%
Francisco Dantas126330112966,66
América12633093666,66
ABC5612379-227,77
Bom Sucesso RN26024316-1311,11


Pelo grupo E, o Diniz aplicou mais uma goleada, 6 x 1 para cima do já eliminado São Diogo de Vieirópolis.

A equipe sousense encerra a sua participação na liderança do grupo, e na classificação geral ficou em sexto, irá enfrentar na próxima fase a equipe o América de Serrinha dos Pintos.

Confira a classificação do grupo E:

PosiçãoEquipesPJVEDGPGCSG%
Diniz1364111551072,22
Lastro11632185361,11
ADAV56123613-727,77
São Diogo46114210-822,22


Fechando a primeira fase, o grupo que faltava completar os 16 classificados, e as duas equipes que estavam na disputa eram exatamente as de Riacho de Santana.

Em casa o Riacho venceu a equipe do 27 de Dezembro pelo placar de 4 x 0, esse resultado além da classificação deu também o primeiro lugar a equipe da casa, e no geral ficou em oitavo e irá enfrentar o Jericó.

O 27 de Dezembro que durante muitas rodadas permaneceu na liderança, e conquistou a classificação bem antes, acabou terminando na 15ª colocação geral, e irá enfrentar a equipe do TAMEC de Tenente Ananias.

Na outra partida, o Sobradinho viajou até Marcelino Vieira em busca da vitória e conseguiu, 4 x 2 contra o Beira Rio, mas com a vitória do rival, a equipe de Elianto acabou em terceiro.

Veja a classificação dos grupo G:

PosiçãoEquipesPJVEDGPGCSG%
Riacho de Santana106240116555,55
27 de Dezembro10631247-355,55
Sobradinho9623196350
Beira Rio2602449-511,11

Agora, veja como ficou a classificação no geral:

EquipesPtsSGGP%
Palmeiras16121288,88
TAMEC169988,88
Brejo dos Santos1591483,33
Motirão105783,33
São Judas Tadeu1471177,77
Diniz13101572,22
Francisco Dantas1291166,66
Riacho de Santana1051155,55
Jericó136972,22
10ºUiraúna87966,66
11ºAmérica126966,66
12ºLastro113861,11
13ºADESE ou Popular103855,55
14ºADESE ou Popular103855,55
15º27 de Dezembro10-3455,55
16ºACEV80544,44

Entendendo a classificação

Podemos observar nessa classificação, que algumas equipes estão com mais pontos, porém em colocação inferior a algumas equipe que tem menos.

Primeiro vale informar, que as oito primeiras equipes são as que ficaram em primeiro lugar nos seus respectivos grupos, por exemplo, o Jericó obteve uma das 5 melhores pontuações 13, e ficou em nono, isso porque a equipe ficou em segundo no seu grupo.

Outro motivo, é com relação as equipes Motirão e Seleção de Uiraúna, a primeira aparece em quarto com 10 pontos, a frente de São Judas Tadeu com 14, Diniz com 13 e Francisco Dantas com 12, isso é devido ao aproveitamento, o Motirão teve 83,33% de aproveitamento.

O mesmo acontece com o Uiraúna que ficou na segunda colocação do grupo com 8 pontos, e um aproveitamento de 66,66% melhor que o América por exemplo que somou 12 pontos e ficou uma posição abaixo do time paraibano o aproveitamento é o mesmo, porém o saldo é melhor para o Uiraúna.

Essa questão do aproveitamento foi feita em virtude das equipes do grupo A, terem 2 jogos a menos que todas as demais.

Sendo assim, confira como será os confrontos da segunda fase:

Oitavas de Finais
DataDiaHoraEquipeEquipeLocal
130-maiSábado15:45PalmeirasxACEVM. Sales
230-maiSábado18:00TAMECx27 de DezembroM. Sales
331-maiDomingo15:45Brejo dos SantosxADESE ou PopularM. Sales
431-marDomingo18:00MotirãoxADESE ou PopularM. Sales
56-junSábado15:45São Judas TadeuxLastroM. Sales
66-junSábado18:00DinizxAméricaM. Sales
77-junDomingo15:45Francisco DantasxUiraúnaM. Sales
87-junDomingo18:00Riacho de SantanaxGericóM. Sales


 
 
Blog Copa Primo Fernandes