sexta-feira, 21 de abril de 2017

Praticamente fora da final, Atlético de Cajazeiras aposta suas fichas por vaga na Série D:



Após perder por 3 a 0 para o Botafogo-PB, nessa quarta-feira, o Atlético de Cajazeiras se complicou bastante na sua busca por uma vaga na final do Campeonato Paraibano. Para chegar lá, vai precisar vencer o Belo por pelo menos quatro gols de diferença, no próximo domingo, no Almeidão.

O próprio técnico atleticano, Cleibson Ferreira, admite que essa é uma missão quase impossível. Mas se, por um lado, chegar à decisão do estadual é algo praticamente fora de cogitação, por outro, conseguir um vaga na Série D do Brasileiro de 2018 ainda está absolutamente em pauta. Para isso, o Trovão Azul ainda precisa de uma vitória no domingo e também tem que torcer pelo Campinense contra o Treze já a partir desta quinta-feira.

Como golear o Botafogo-PB no Almeidão é um feito improvável – ainda que possível -, Cleibson já admite que o foco do Atlético-PB está na busca por uma vaga na Série D do próximo ano.

Para garantir isso, o Trovão Azul precisa terminar o Campeonato Paraibano na terceira colocação. Mas nem isso é fácil de conseguir: é preciso vencer o Belo no domingo (não precisa golear) e torcer para o Treze somar, no máximo, um ponto na semifinal contra o Campinense, que começa nesta quinta-feira e termina no domingo.
– Vamos tentar reverter uma situação que é quase impossível, mas não é impossível. Podemos chegar lá (no Almeidão) e vencer. Temos um outro foco agora, em busca da Série D. Uma vitória nossa pode nos deixar mais próximos da Série D, então vamos em busca disso. E vale também uma torcida pelo Campinense – disse.
Se o Atlético-PB vencer o Botafogo-PB no domingo e o Treze não somar mais que um ponto contra o Campinense, então Belo e Raposa vão para a final do Paraibano e o Trovão Azul vai terminar o estadual com 30 pontos no total e o Galo, no máximo, 30. Mas aí o time de Cajazeiras ficaria à frente do Alvinegro de Campina Grande por ter uma vitória a mais (seriam 8 contra 7).

Vale lembrar, no entanto, que essa esperança do Atlético-PB de terminar o Paraibano na terceira colocação pode acabar já no Clássico dos Maiorais de logo mais à noite. Porque, se o Treze vencer, chegará a 32 pontos, e não poderá mais ser alcançado pelo Trovão Azul.

Mas, caso termine na quarta colocação, o time de Cleibson Ferreira ainda terá uma chance extra de ser um dos representantes da Paraíba na Série D de 2018. E, novamente, terá que torcer pelo Campinense. É que, com o Atlético-PB na quarta colocação, Campinense e Treze seriam os paraibanos na Série D do próximo ano. Mas, caso a Raposa – que disputa a quarta divisão nacional no segundo semestre deste ano – consiga o acesso para a Série C de 2018, então a segunda vaga do Estado seria herdada pelo quarto colocado no estadual deste ano.

A derrota em casa para o Belo e o jogo da volta no Almeidão:

Para Cleibson Ferreira, os três gols do Botafogo-PB na primeira partida da semifinal foram consequências de três falhas da sua equipe durante o jogo no Perpetão. Apesar de elogiar o desenvolvimento do Atlético-PB na partida, o treinador salientou que, jogando diante uma equipe grande, como é o Belo, erros como os que aconteceram nessa quarta-feira não podem se repetir.

– Comentamos no vestiário que pagamos pelos nossos erros. Foram três erros e três falhas que, contra uma equipe grande como o Botafogo, não se pode permitir na frente dos caras – contou.

Apesar de reconhecer a dificuldade de enfrentar o Botafogo-PB em casa, o treinador atleticano contou que a sua equipe não pretende desistir de conseguir a vitória em João Pessoa. Para Cleibson, o seu grupo está focado na chance de disputar uma competição nacional e vai brigar por isso.
Botafogo-PB e Atlético de Cajazeiras vão se enfrentar na tarde do próximo domingo, no Estádio Almeidão. O jogo da volta, que anteriormente estava marcado para acontecer simultaneamente ao segundo Clássico dos Maiorais, em Campina Grande, às 18h30, foi antecipado para as 16h.


Globo Esporte PB
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário