sábado, 15 de abril de 2017

Márcio Passos adota cautela para não relaxar com vantagens do ABC na final:

Mais Querido tem vantagem do empate na decisão do segundo turno e joga mais próximo da torcida nos dois jogos. "Pode virar desvantagem", afirma capitão alvinegro,


Treino ABC Márcio Passos (Foto: Andrei Torres/ABC)
Márcio Passos (direita) prega cautela e tenta não se apegar a vantagens do ABC (Foto: Andrei Torres/ABC)
O ABC decide o segundo turno do estadual com duas vantagens em relação ao Potiguar de Mossoró. A primeira é "o luxo do empate". O time terminou no topo da tabela do returno e, caso as finais terminem empatadas no placar agregado (no número de pontos e no saldo de gols), o Mais Querido é campeão. A segunda é o fator Arena das Dunas. Apesar de não estar em casa, o Alvinegro está em Natal e tem a torcida ao seu lado nas duas partidas, ao contrário da equipe de Mossoró, município distante 280 km da capital. O volante e capitão Márcio Passos adota a cautela para não exagerar na confiança e acabar sendo displicente em campo. A lição veio no primeiro turno, quando tinha os mesmos "benefícios" contra o Globo e perdeu a decisão.

- A gente só pode pensar na vantagem nos últimos cinco minutos do segundo jogo caso estejamos precisando dela. Fora isso, a gente tem que pensar sempre na vitória porque eu acho que a vitória é a 'maior vantagem' que a gente pode conseguir. Se a gente tiver condição de conseguir a vitória, por que não? Eu acho complicado falar de vantagem porque quando a gente pensa 'tem tanta vantagem assim' acaba virando desvantagem porque a gente pode querer 'sentar em cima' como se fosse despreocupação. É preciso saber que existe um adversário, com 11 atletas como nós. Essa tem que ser a nossa preocupação - declarou
O Alvinegro terminou líder na tabela de classificação do segundo turno do estadual com 18 pontos. Foram seis vitórias e uma única derrota, justamente para o Potiguar de Mossoró. O embate foi na sexta rodada do estadual no Estádio Nogueirão, casa do Time Macho, e o placar terminou 3 a 2. O Mais Querido estava com um time considerado reserva e teve dificuldades na defesa. Nesse novo encontro com a equipe mossoroense, marcado para domingo, às 19h, o ABC vai com o time completo e atento para não tropeçar. Márcio Passos confessa que é preciso entrar com o sistema defensivo mais organizado e fazer valer o melhor ataque da competição, com 33 gols marcados.

- Eles (Potiguar) conquistaram o nosso respeito porque conseguiram nos vencer. A gente sabe que tem que entrar bem ligado para não ser surpreendido e não ter um resultado adverso. Neste jogo de domingo vamos contar um pouco com a experiência de quem esteve em campo, de dizer um pouco quais foram as dificuldades (encontradas no jogo da derrota), mas a gente vê que a equipe deles mudou desde a chegada do Emanoel Sacramento para o segundo turno (o atual técnico é Pedrinho Alburquerque). É preciso ter cuidado com a parte ofensiva deles. A gente tem que saber se defender bem e tenho certeza que um encaixe bom ali na frente resolve porque a gente é o melhor ataque da competição. Temos totais condições (de vencer) dando o nosso melhor. É preciso se preocupar mais com o que a gente pode dar - completou.
Globo Esporte RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário