domingo, 21 de maio de 2017

Lastro e Boca ficam no empate sem gols:

 
Lastro da Paraíba, e o Boca Júnior de Alexandria, empataram em 0 x 0, nessa tarde de sábado no estádio Wilson Rocha na cidade de Tenente Ananias, em jogo válido pelo grupo F.

A partida começou com o Lastro demostrando força de vontade e muita correria, mas foi o Boca que criou a primeira boa oportunidade, ainda no primeiro minuto de jogo, a bola chega até Marcílio dentro da área, que não consegue acertar o chute e a defesa afasta para linha de fundo, foi uma grande oportunidade desperdiçada.

Depois desse lance, não se viu mais a equipe de Alexandria chegar ao ataque, a defesa trabalhava bem, o meio de campo também também ajudava a se defender, porém não conseguia criar.

Aos 21, num cruzamento de bola parada da direita, Cemar consegue cabecear e obriga o goleiro Lucas a fazer grande defesa.

O jogo começa a ficar truncado, com muitas faltas no meio de campo.

O goleiro Lucas do Boca, trabalha mais uma vez aos 30, quando Geytálo recebe de Cemar, bate de esquerda e o goleiro do alexandriense faz uma defesa como se fosse um jogador de vôlei.

Dois minutos depois, Vandeilson cruza a bola na área, que vai em direção ao gol, e Lucas alcança com as pontas dos dedos.

O time paraibano continuava a pressionar, e a equipe potiguar não conseguia chegar ao ataque.

Com o placar zerado, termina o primeiro tempo.

As equipes voltam para a etapa final, e o jogo continua amarrado, o Boca Júnior sentindo a dificuldade de ir ao ataque, fica na defensiva, e o Lastro vai para cima.

A primeira oportunidade do segundo tempo é criada aos 13 minutos, quando Flávio chuta de fora da área, e ela passa perto do gol.

Porém, foi aos 16 minutos, que foi criada a melhor chance do jogo, Moisés, que acabara de entrar, recebe bola açucarada na área, e o primeiro toque dele na bola, quase era marcado o gol, a bola passou rasteiro a esquerda do goleiro Lucas, foi a melhor chance do jogo, e desperdiçada pelo Lastro.

A torcida na arquibancada estava dividida, parte apoiava a equipe, parte ficava indignada com a falta de gols, Cemar não estava em uma boa tarde, e a defesa da equipe do Boca na grande maioria das vezes levava a melhor.

E foi o atacante lastrense que teve mais uma boa oportunidade, aos 29, cruzamento na área, ele cabeçou pra fora, e ainda reclamou com a arbitragem uma irregularidade do zagueiro que estava no lance na sua marcação.

Aos 33, de novo Cemar recebe na esquerda e chuta, mas a bola vai para fora.

O Lastro era só ataque, mas não conseguia transformar a posse de bola em gols.

 
A equipe do Boca se portava muito bem na defesa, destaque para o volante Jeison, um gigante no meio campo.

O goleiro Francisco do Lastro, foi um mero espectador, quase não trabalhou no jogo.

O time do Boca cozinhava o galo, sem se arriscar no ataque, a equipe preferiu segurar o empate, e ver o que acontece no final.

Não deu mais tempo para nada, e o jogo acabou sem gols.

O resultado deixa a equipe do Boca na liderança, porém numa situação bastante complicada, pois não lhe resta mais nenhum jogo, e faltam ainda três partidas nesse grupo para concluir a primeira fase.

O TAMEC e Cruzeiro ainda com dois jogos cada, Lastro e Marcelino Vieira, ainda falta um.

O Lastro fica em segundo com 4 pontos, mas ainda tem o jogo de domingo contra o TAMEC, a equipe paraibana pode chegar a 7 pontos.

O Boca Júnior, só resta esperar por uma combinação de resultados que lhe favoreça.

Esse é o grupo mais equilibrado da competição, até agora, nenhuma equipe conseguiu duas vitórias seguidas, quando vence uma, empata, ou perde a outra, quem tem a chance de conseguir dois resultados positivos seguidos, é a equipe do Cruzeiro, que joga nesse domingo contra o TAMEC, parada nada digesta.

Confira a classificação do grupo F:


PosiçãoEquipesPJVEDGPGCSG%
Boca Júnior5412112-141,66
Lastro4311111033,33
Marcelino Vieira4311123-133,33
TAMEC3210132150
Cruzeiro3210121150

Nenhum comentário:

Postar um comentário